Curso de Oracle 12c: Otimização e Performance do Banco de Dados

Carga horária: 20h

Local: Porto Alegre / RS

Modalidade: Curso Presencial

Oracle 12c: Otimização e Performance do Banco de Dados

Tenha domínio sobre a gestão, análise e completa otimização da performance do Banco de dados Oracle! Esse treinamento irá ensinar o DBA a:

– Identificar quais são os componentes do banco de dados que mais precisam de otimização e manutenção;
– Realizar a otimização/tuning nas instâncias do banco de dados e comandos SQL;
– Testar as modificações realizadas antes de implementá-las, minimizando impactos negativos (Database Replay e SQL Performance Analyzer);
– E muito mais. Confira a aba de conteúdo para ver tudo.

Com a conclusão do curso, o aluno torna-se apto para realizar a administração completa do Oracle Database, sendo totalmente capaz de otimizar e manter um nível de performance elevado! Veja as próximas turmas e garanta sua vaga!

PRÓXIMAS TURMAS

Não encontrou a turma que deseja? Confira a agenda completa

  • 20/11/2017 a 27/11/2017 | Noite: 18:45 às 22:45 | Duração: 20h
  • 12/04/2018 a 19/04/2018 | Noite: 18:45 às 22:45 | Duração: 20h
  • Confira a agenda completa

– Otimizar o banco de dados com foco na performance
– Aprender a identificar quais são os componentes do banco de dados que mais necessitam de otimizações
– Apresentar técnicas e tipos de otimização do banco de dados Oracle
– Realizar as diversas formas de otimização do banco de dados
– Testar mudanças antes da implementação – Database Replay e SQL Performance Analyzer
– Conhecer e aprender a utilizar uma ampla variedade de ferramentas Oracle
– Customizar o banco de dados Oracle
– E Muito mais! Este treinamento é aplicável a usuários Oracle 8i, 9i, 10g, 11g e Oracle 12c. Confira todo o conteúdo programático na aba de conteúdo.

– Administradores de Banco de Dados
– Administradores de Dados
– Administradores de Sistema Operacional e Redes
– Arquitetos de Sistemas e Projetistas
– Desenvolvedores e programadores
– Gerentes de TI
– Gerentes de Suporte
– Profissionais de TI
– Profissionais do Suporte Técnico

1. Visão Geral Sobre Tuning
– Questões sobre Tuning
– Metas de Tuning
– Exemplos de Metas de Tuning Mensuráveis
– Fases de Tuning
– Passos do Tuning
– Desempenho versus Segurança
– Auto-Gerenciamento no Oracle
– Infraestrutura Inteligente

2. Oracle Alert e Arquivos de Trace
– Informações de Diagnóstico
– Arquivo Alert Log
– Controlando o Arquivo de Alert Log
– Controlando Arquivos de Trace de Processos Background
– Arquivos de Trace de Usuário
– Controlando os Arquivos de Trace de Usuário

3. Utilitários e Visões de Performance Dinâmicas
– Visões, Utilitários e Ferramentas
– Visões Especiais e do Dicionário de Dados
– Visões Dinâmicas de Performance e Solução de Problemas
– Tópicos para Solução de Problemas e Tuning
– Coletando Estatísticas de Sistema
– Coletando Estatísticas de Sessão
– Scripts UTLBSTAT e UTLESTAT
– STATSPACK
– Resultados do Relatório de STATSPACK
– Coletando Estatísticas
– Relatório de Estatísticas
– Estatísticas do Library Cache
– Estatísticas de I/O
– Eventos de Espera Oracle
– Visão V$EVENT_NAME
– Visões de Estatísticas de Eventos
– Visão V$SYSTEM_EVENT
– Visão V$SESSION_EVENT
– Visão V$SESSION_WAIT
– Ferramentas Desenvolvidas pelo DBA

4. AWR e ADDM
– Visão Geral
– Infraestrutura Inteligente
– Estatísticas do Banco
– AWR: Um Repositório de Informações de Desempenho
– ADDM: Diagnóstico Pró-ativo
– Enterprise Manager

5. Efetuando o Tuning da Shared Pool
– Shared Global Area
– Shared Pool
– Library Cache
– Efetuando o Tuning do Library Cache
– Terminologia
– Ferramentas de Diagnóstico para Tuning do Library Cache
– Cursores estão sendo Compartilhados?
– Diretrizes: Library Cache Reloads
– Invalidações
– Dimensionando o Library Cache
– Alocação de Espaço Global
– Fixando Objetos Grandes
– Outros Parâmetros que Afetam o Library Cache
– Data Dictionary Cache, Terminologia e Tuning
– Ferramentas de Diagnóstico para Tuning do Data Dictionary Cache
– Efetuando o Tuning do Data Dictionary Cache
– Diretrizes: Dictionary Cache Misses
– UGA e Shared Server
– Dimensionando a User Global Area
– Large Pool

6. Efetuando o Tuning do Database Buffer Cache
– Características do Buffer Cache
– Parâmetros de Dimensionamento do Buffer Cache
– Dimensionamento Dinâmico da SGA
– Redimensionando a SGA: Exemplos
– Prevendo Alterações no Tamanho da SGA
– Gerenciando o Database Buffer Cache
– Metas e Técnicas de Tuning
– Utilitários de Diagnóstico
– Medindo o Cache Hit Ratio
– Diretrizes para Utilização do Cache Hit Ratio
– Utilizando Múltiplos Buffer Pools
– Definindo Múltiplos Buffer Pools
– Habilitando Múltiplos Buffer Pools
– Diretrizes do Buffer Pool KEEP
– Calculando o Hit Ratio para Múltiplos Pools
– Identificando Segmentos Candidatos para cada Pool
– Visões do Dicionário com Buffer Pools
– Outros Indicadores de Performance
– Efetuando o Cache de Tabelas
– Free Lists
– Diagnosticando Contenção na Free List
– Resolvendo Contenção de Free List
– Gerenciamento Automático de Espaço de Segmentos (Automatic Segment Space Management)

7. Efetuando o Tuning do Redo Log Buffer
– Redo Log Buffer
– Dimensionando o Redo Log Buffer
– Efetuando o Tuning do Redo Log Buffer
– Utilitários de Diagnóstico para Tuning do Redo Log Buffer
– Diretrizes para Tuning do Redo Log Buffer
– Reduzindo Operações de Redo
– Gerenciamento Automático de Memória Compartilhada

8. Configuração do Banco de Dados e Detalhes de I/O
– Estatísticas de I/O para Diferentes Tipos de Arquivo Oracle
– Utilização de Tablespace
– Gerenciando Tablespaces
– Tablespaces com tamanhos de Blocos Diferentes
– Proactive Tablespace Management
– Tablespace Alerts
– Distribuindo Arquivos Através de Dispositivos
– Efetuando Tuning de Operações de Full Table Scan
– Utilitários de Diagnóstico para Verificar Estatísticas de I/O
– Estatísticas de I/O
– Grupos e Membros de Redo Log
– Configuração de Archive Log File
– Checkpoints
– Diretrizes para Tuning de Checkpoint
– Parâmetros de Inicialização
– Múltiplos Processos DBWn

9. Latches
– Latches: Visão Geral
– Procedimento de Requisição e Espera por Latches
– Tipos de Requisições por Latches
– Diagnosticando Problemas de Contenção por Latches
– Categorias de Latches

10. Tuning de Segmentos de Undo
– Automatic Undo Management (AUM)
– Undo Tablespace
– Alteração de Tablespace de Undo
– Utilização de Segmentos de Undo
– Undo Advisor
– Monitorando o Gerenciamento Automático de Undo
– Diretrizes: Utilizando Menos Undo
– Problemas com Segmentos de Undo
– Erro de Leitura Consistente

11. Tuning de SQL
– Visão Geral
– Modos de Otimização
– Configurando o Modo de Otimização
– Ferramentas de Diagnóstico
– Explain Plan
– Exemplo de Plano de Execução
– Diagnosticando a Performance de Comandos SQL
– Parâmetros de Inicialização Importantes
– Ligando e Desligando o Trace
– Formatando o Arquivo de Trace
– Estatísticas de Trace (TKPROF)
– Examinando a Performance de Comandos
– Autotrace
– Comandos SQL Ineficientes
– Packages, Procedures e Triggers
– Performance de Módulo
– Registrando um Módulo
– Rastreando um Módulo
– Obtendo Informações do Dicionário
– Coleta de Estatísticas
– Desafios de Tuning de Aplicação
– SQL Tuning Advisor
– Utilizando o SQL Tuning Advisor

12. Considerações de Tuning para Diferentes Aplicações
– Visão Geral
– Processamento de Transações Online
– Sistemas de Suporte a Decisão (DSS)
– Aplicações com Múltiplos Propósitos
– Escolhendo a Estrutura Física Mais Adequada
– Métodos de Acesso aos Dados
– Índices B-Tree
– Índices Comprimidos
– Índices Bitmap
– Criando e Mantendo Índices Bitmap
– Comparando Índices B*Tree e Bitmap
– Índices de Chave Reversa
– Criando Índices de Chave Reversa
– Índices Baseados em Funções
– Tabelas Index-Organized
– Tabelas Index-Organized Comparadas com Tabelas Normais
– Criando Tabelas Index-Organized
– Visões do Dicionário
– Clusters
– Particionamento
– Exemplo de Particionamento por Intervalo
– Exemplo de Particionamento por Lista
– Acessos às Partições
– Histogramas
– Requisitos para OLTP
– Detalhes sobre Aplicações OLTP
– Requisitos para DSS
– Detalhes sobre Aplicações DSS
– Sistemas Híbridos

13. Técnicas de Gerenciamento de Memória
– Implementar o gerenciamento automático de memória
– Configurando manualmente os parâmetros da SGA
– Noções básicas sobre o gerenciamento automático de memória
– Configurar o gerenciamento automático de memória da PGA

14. Usando os Supervisores de Ajuste do Banco de Dados
– Supervisor de Ajuste SQL
– Usando o Supervisor de Acesso SQL para ajustar uma carga de trabalho
– Noções básicas sobre o Database Replay

Apêndice 1 – Gerenciamento de Recursos
– Noções básicas sobre o Resource Manager
– Criando e usando os componentes do Resource Manager
– Visões do Gerenciador de Recursos

Apêndice 2 – Tuning do Sistema Operacional
– Configurações Multi-CPU
– Paging e Swapping
– Tuning de Memória
– Tuning de I/O
– Diretrizes para Tuning de CPU
– Processos e Threads
– Diretrizes

  • Curso de Oracle 12c: Otimização de Banco de Dados

    Como sempre nos cursos da TargetTrust, o treinamento foi ministrado por um profissional de mercado, expert! De hoje em diante, não preciso mais duvidar da capacidade de desempenho dos ambientes Oracle!

    Eduardo Nascimento – 06/04/2017

  • Curso de Oracle 12c: Otimização de Banco de Dados

    Oracle é tudo de bom!

    Carlos Roberto Tomilin -09/03/2016