Curso de Lógica de Programação com Python em Porto Alegre

Carga horária: 20h

Local: Porto Alegre / RS

Modalidade: Curso Presencial

Lógica de Programação com Python

Junte-se à comunidade que está sendo conhecida como o novo petróleo: os dados. Afinal, se você souber usá-los a seu favor, eles podem resolver problemas, responder perguntas complexas e alavancar negócios! 

Venha aprender a programar em uma das linguagens que mais cresce no mercado de Data Science e Machine Learning! O python já é usado pelos melhores especialistas da área e também é soberano quando o assunto é big data.

Através da resolução de problemas, vamos te ensinar lógica de programação, estruturas de dados juntamente com a sintaxe da linguagem python e o essencial dessa tecnologia para iniciar sua carreira como Cientista de Dados!

PRÓXIMAS TURMAS

Não encontrou a turma que deseja? Confira a agenda completa

  • 27/01/2020 a 31/01/2020 | Noite: 18:45 às 22:45 | Duração: 20h
  • 17/02/2020 a 21/02/2020 | Noite: 18:45 às 22:45 | Duração: 20h
  • Confira a agenda completa

– Desenvolvimento usando a plataforma Jupyter e Colab (ferramenta de desenvolvimento)

– Lógica de Programação e Estrutura de dados

– Sintaxe básica e avançada da linguagem Python (desde laços e condicionais até comprehension e dunders)

– Estruturas de dados: dicionários, listas, dataframes

– Entendimento básico de boas práticas e organização de código

Não há pré-requisitos para este curso.

– Estudantes
– Programadores em geral
– Pessoas que querem entrar para o mundo de Data Science e Machine Learning mas não sabem por onde começar!

  • • Introdução a linguagem com informações sobre quais empresas usam, tamanho da comunidade, debate sobre flexibilidade contra desempenho
  •  
  • • Setup do python
  •  
  • • Problematização de operações cotidianas e encadeamento lógico da solução
  •  
  • • Variáveis e condicionais : implementação da lógica
  •  
  • • Laços de repetição e estruturas de dados: ampliação da lógica desenvolvida
  •  
  • • Funções e classes: como organizar o código escrito com o intuito de facilitar o suporte e leitura
  •  
  • • Uso de bibliotecas internas e externas